Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
Miguel Araújo

Miguel Araújo

Música & Festivais | Música

Teatro M. Vila do Conde

Sala 1
Classificação Etária
Maiores de 12 anos
Bilhete Pago
A partir dos 3 anos
2018
nov
17

Sessão

17 nov 2018 21:30
Dias
Hrs
Min
Seg

Duração

90 minutos

Intervalo

Sem Intervalo.

Promotor

Câmara Municipal de Vila do Conde

Breve Introdução

Miguel Araújo é um músico, cantor, compositor e letrista Português. Nasceu em 1978 em Águas Santas, na Maia. É autor (música e letra) de alguns dos maiores sucessos portugueses do início do séc. XXI: Anda Comigo Ver os Aviões, Os Maridos das Outras, Quem és tu Miúda, Nos Desenhos Animados (Nunca Acaba Mal), Pica do Sete, Dona Laura, Balada Astral, entre outros. Além do seu reportório a solo e da banda Os Azeitonas, da qual é fundador e na qual se manteve até final de 2016, tem escrito para alguns dos mais destacados intérpretes portugueses, como é o caso de António Zambujo, Ana Moura, Carminho, Raquel Tavares e Ana Bacalhau. Desde 2017 mantém uma crónica quinzenal na Revista Visão.

Sinopse

BIOGRAFIA
1989 - Aprende, aos 11 anos, de forma autodidacta, a tocar guitarra e baixo por influência de uma banda de tios e amigos, os Kapas.
2002 - Forma os Azeitonas, uma brincadeira de amigos que acabaria por se tornar na sua estreia autoral e discográfica. (5 discos editados, 3 Coliseus esgotados, 2 nomeações para os Globos de Ouros, 1 nomeação para Best Portuguese Act da MTV e algumas canções com forte airplay nas principais rádios nacionais (Quem és tu Miúda, Nos Desenhos animados (nunca acaba mal), Ray-dee-oh, Anda Comigo ver os Aviões, Tonto de Ti, etc)
2010 - Grava, com o João Só, o EP Não Entres Nesse Comboio Amor.
2011 - Escreve as canções para o monólogo Como Desenhar Mulheres, Motas e Cavalos, de Nuno Markl, apresentado ao vivo pela dupla numa digressão nacional. Participa no disco O Grande Medo do Pequeno Mundo, de Samuel Úria, na canção Triunvirato, juntamente com António Zambujo
2012 - Edita o seu primeiro disco a solo, 5 Dias e Meio, que inclui as canção Os Maridos das Outras, Fizz Limão e Capitão Fantástico, e lhe valeu 2 nomeações para os Globos de Ouro (Melhor Intérprete Masculino e Melhor Canção do Ano); foi considerado um dos 10 melhores do ano pela revista Blitz, a canção Os Maridos das Outras
foi nomeada para a Melhor Canção do Ano da RTP e Melhor Canção de 2012 para a Sociedade Portuguesa de Autores; O Capitão Fantástico foi uma das canções distinguidas como melhores canções de 2012 pela revista Blitz e Miguel Araújo foi nomeado para o prémio Personalidade Masculina do Ano na Área de Música na revista LUX .
2014 - Edita o seu segundo disco a Solo, Crónicas da Cidade Grande, que inclui os singles Balada Astral, Recantiga, Dona Laura e Romaria das Festas de Santa Eufémia. O Álbum valeu-lhe nova nomeação para os Globos de Ouro, para Melhor Canção do Ano (Balada Astral), tendo acabado por perder para a canção Pica do Sete, (cantada por António Zambujo), também da sua autoria. O disco foi considerado o melhor do ano do primeiro semestre pelos leitores da revista Blitz, em Junho desse ano. Estreia-se a solo no Coliseu do Porto, perante uma plateia esgotada, num espectáculo que daria origem ao álbum Cidade Grande ao Vivo, editado em 2015.
2016 - Regressa aos Coliseus, num espectáculo conjunto com António Zambujo (duas vozes e duas guitarras), que arranca em finais de 2015 e atinge a marca histórica de 28 datas entre os Coliseus de Porto e Lisboa. O espectáculo valeu à dupla a nomeação para o prémio Duo 2016 no reputado jornal espanhol El País. Ainda em 2016 estreia-se na escrita de canções para cinema, escrevendo três canções para o remake do filme A Canção de Lisboa, de Pedro Varela. A canção Será Amor, interpretado pelos actores do filme (César Mourão e Luana Martau), foi nomeada para Melhor Canção Original nos prémios de cinema Sophia. Estreia-se no Brasil, no Festival Mimo, no Rio de Janeiro, num concerto conjunto com Chico César. No final do ano despede-se da sua banda, Os Azeitonas, por impossibilidade de conciliar

Preços

  • Plateia - 17,50€
  • 1º Balcão - 15€ a 16€
  • 2º Balcão - 12,50€ a 14€
  • 1ª Galeria - 15€ a 16€
  • 2ª Galeria - 12,50€

Miguel Araújo - Via Norte

Partilhar

Serviços Adicionais

Veja ainda:

O Último Licor de Domingo | Camaleões D'Alma

Teatro & Arte | Teatro

Aud. Munic. Vila do Conde

Auditório