Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
NOCTURNO

NOCTURNO

Teatro & Arte | Dança

Casa das Artes Famalicão

Grande Auditório
Classificação Etária
Maiores de 6 anos
Bilhete Pago
A partir dos 3 anos
2018
mai
12
Realizado

Duração

45 minutos

Intervalo

Sem Intervalo.

Promotor

Município de Vila Nova de Famalicão

Breve Introdução

NOCTURNO
Música / Dança
12 de maio, sábado, 11:00 e 17:00
Grande Auditório
Entrada: 4 euros / Estudantes e Cartão Quadrilátero Cultural: 2 euros
M/6 anos
Público-alvo: 6 aos 10 anos
Duração: 45 minutos

Joana Gama e Victor Hugo Pontes

O universo infantil é ocupado pela ideia da noite como sinónimo do desconhecido, por um lado, e como possibilidade infinita, por outro. Terrores noturnos, monstros debaixo da cama, chuva forte que não deixa dormir, mas também sonhos alegres, histórias para adormecer, canções de embalar, mimos de boa noite, a luz da lua

Na imaginação das crianças, a noite é talvez o primeiro dos grandes mistérios. As sombras, o escuro, o silêncio, os barulhos da rua e os movimentos na casa propiciam pensamentos fantasiosos, muitos medos, algum fascínio

Nocturno tem música original de João Godinho, na qual o piano é usado não apenas como instrumento melódico, mas também como veículo de sons ora encantatórios, ora aterradores. O nocturno enquanto género musical - pequena peça para piano, emblemática do período romântico e de caráter melancólico - serve naturalmente de inspiração. É assim estabelecida a ponte entre o mundo das artes e o mundo das crianças, dois universos em que a noite nunca deixou de ser simbólica, porque nunca deixou de representar a fronteira em o que vemos e o que não vemos, entre o que imaginamos, o que sonhamos e o que tememos.
Nocturno inspirar-se-á em muitas noites possíveis na aldeia e na cidade, ao relento e em abrigos improváveis, de baixo dos cobertores no Círculo Polar Ártico, dentro de água nas Caraíbas, na camarata de uma casa grande, no beliche de um pequeno apartamento. Diferentes sons e experiências, com ou sem estrelas, mas sempre sob o mesmo céu escuro.

Cocriação: Joana Gama e Victor Hugo Pontes
Direção e Cenografia: Victor Hugo Pontes
Interpretação: Joana Gama, Paulo Mota e Victor Hugo Pontes
Composição Musical: João Godinho
Desenho de Luz e Direção Técnica: Wilma Moutinho
Sonoplastia: Suse Ribeiro e João Godinho
Desenho de Som: Suse Ribeiro
Maquinaria de Cena: Filipe Silva
Adereços: Emanuel Santos
Direção de Produção: Joana Ventura
Apoio à Residência: Centro Cultural Vila Flor
Coprodução: Nome Próprio, São Luiz Teatro Municipal, Teatro Municipal do Porto Campo Alegre . Rivoli e CCB / Fábrica das Artes
Fotografia: Estelle Valente
Projeto financiado pelo Ministério da Cultura/Direcção-Geral das Artes

Partilhar
Quadrilátero