Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
Canção do Bandido

Canção do Bandido

Música & Festivais | Clássica

Teatro Cine Torres Vedras

Teatro Cine
Classificação Etária
Maiores de 6 anos
Bilhete Pago
A partir dos 4 anos
2018
nov
20
Realizado

Duração

90 minutos

Intervalo

Com Intervalo.

Promotor

Câmara Municipal de Torres Vedras

Sinopse

Partindo do conto tradicional O Macaco de Rabo Cortado, Canção do Bandido imagina uma personagem que não é um macaco mas um advogado, Casanova dos tempos modernos, homem que acumula conquistas e as vai trocando por novas conquistas, sem pensar muito nas consequências dos seus actos. O casanovismo e o donjuanismo são revisitados numa época em que as guerras dos sexos (ou dos géneros) já não são o que eram, ou têm pelo menos discursos e legitimidades diferentes. Coros gregos e essencialismos em tempos digitais e de #MeToo? Em quem devemos acreditar: no libreto, nos protagonistas, nos antagonistas, ou nas personagens que, falando em vez de cantar, contestam estes diálogos, estes tipos, esta dialéctica?
De D. Giovanni à música pop, dos bordões linguísticos aos jogos nonsense, as personagens de Canção do Bandido trazem para o palco tudo o que lhes ocorre, tudo o que sirva as suas estratégias ou ilustra as suas dúvidas. E os espectadores, certamente, tomam partido.

[FICHA TÉCNICA E ARTÍSTICA]

Música & direção musical Nuno Côrte-Real
Libreto Pedro Mexia
Encenação Ricardo neves-Neves
Cenário Henrique Ralheta
Figurinos Rafaela Mapril
Desenho de luz Luís Duarte

Solistas
André Henriques (Macaco)
Bárbara Barradas (Mulher)
Cátia Moreso (Mulher), Inês Simões (Mulher)
Marco Alves dos Santos (Oponente)
Sónia Alcobaça (Mulher)

Piano Joana David

Coro do Teatro nacional de São Carlos

Maestro Titular Giovanni Andreoli
Maestro Assistente Kodo Yamagishi
Tenores Alberto Lobo da Silva, Alexandre S. David, Arménio Afonso Granjo, Carlos Pocinho, Carlos Silva, Diocleciano Pereira, Francisco Lobão, João Cipriano, João Monteiro Rodrigues, João Queiroz, João Rodrigues, Luís Castanheira, Mário Silva, Nuno Cardoso, Rui Pedro Antunes e Victor Carvalho Baixos Alexandr Jerebtsov, Carlos Homem, Carlos Pedro Santos, Ciro Telmo Martins, Costa Campos, Eduardo Viana, Enrico Caporiondo, Frederico Santiago, João Miranda, João Oliveira, João Rosa, Leandro Silva, Nuno Dias, Osvaldo Sousa, Simeon Dimitrov.


Assistência de Encenação Rafael Gomes e Diana Vaz
Director Musical de Cena João Paulo Santos
Maestros correpetidores Joana David e Nuno Margarido Lopes
Direcção de Cena Bernardo Azevedo Gomes( Director) e Álvaro Santos
Apoio Direcção de Cena Luís Ferreira e Daniel Luís
Técnicos de Palco Luís Ferreira e Daniel Luís
Operação de luz Luís Duarte
Operação de Som João Crispim
Produção Executiva Força de Produção
Coprodução Teatro da Trindade Inatel, Teatro nacional de São Carlos e Temporada Darcos.

Partilhar
S15 - A importância económica e social do Cooperat
S15 - A importância económica e social do Cooperat C. M. Torres Vedras Título: A importância económica e social do Cooperativismo: as adegas cooperativas de Torres Vedras (Colecção Linhas de Torres, S15) Autor: Palmira Cipriano Lopes Edição CMTV Mais Info Comprar
Postal espólio Museu Municipal Leonel Trindade
Postal espólio Museu Municipal Leonel Trindade C. M. Torres Vedras sortido de postais com espólio do Museu Municipal de Torres Vedras. Cabeceira de sepultura - Idade Média Escultura de Santa Catarina - Idade Média Faianças - Séc. XVI/XVII Estatueta em terracota de Teixeira Lopes (pai) Mais Info Comprar
Porta-Chaves Soldado Português
Porta-Chaves Soldado Português C. M. Torres Vedras Titulo: Porta Chaves de Soldado Português -Comemorações do Bicentenário das Linhas de Torres Vedras. Autor-Leonor Brilha/CMTV Ano : 2010 Mais Info Comprar
José Félix Henriques Nogueira
José Félix Henriques Nogueira C. M. Torres Vedras Autor: José Augusto Nozes Pires, José Travanca Rodrigues e Venerando Aspra de Matos Sinopse: José Félix Henriques Nogueira que, desde o ano de 1988, dá o seu nome à Escola Secundária de Henriques Nogueira foi, na sua época, figura de proa na defesa do associativismo, do municipalismo. Precursor da República, é tido pelos Republicanos da segunda metade do século XIX como «ilustre fundador da moderna democracia portuguesa»”. Data de edição: Janeiro 2008 Edição: Câmara Municipal de Torres Vedras e Escola Secundária de Henriques Nogueira Mais Info Comprar
réplica em xisto (2,50euros)
réplica em xisto (2,50euros) C. M. Torres Vedras Ídolos-placa, de xisto. 3º milénio a.C. Recriação a partir de modelos das antas alentejanas (Distritos de Évora e Portalegre) Mais Info Comprar
H3 - O Foral Medieval da Vila de Torres Vedras
H3 - O Foral Medieval da Vila de Torres Vedras C. M. Torres Vedras Autor: António Vicente, Carlos Guardado da Silva, Pedro Barbosa e Pedro Canto Sinopse: Trata-se da publicação do documento “fundador” do concelho de Torres Vedras - transcrição e tradução - com um estudo introdutório de quatro especialistas, contendo, em anexo, fotografia dos selos medievais de Torres Vedras. Data de edição: 2001 Mais Info Comprar
H16 - As Linhas de T.Vedras,Invasão e Resistência
H16 - As Linhas de T.Vedras,Invasão e Resistência C. M. Torres Vedras Título completo: H16 - As Linhas de Torres Vedras - Invasão e Resistência 1810-1811 Autor: Cristina Clímaco Edições Colibri e CMTV, Outubro 2010 Mais Info Comprar
Lapis (Santa Cruz)
Lapis (Santa Cruz) C. M. Torres Vedras Lapis alusivos a Santa Cruz Lapis verde com ondas do mar e pormenor do guincho. Lapis colorido com pormenor da Azenha. Mais Info Comprar
30 Anos do Poder Local
30 Anos do Poder Local C. M. Torres Vedras Autor: CMTV Sinopse: O livro visa comemorar os 30 anos do Poder Local Democrático em Torres Vedras e, assim, homenagear os autarcas torrienses que, durante as três últimas décadas, aceitaram o desafio de servir as populações. O livro compila, mandato a mandato, as diversas equipas, desde 1976 até à actualidade, sendo ilustrado por algumas imagens representativas de cada freguesia. Materializa-se, aqui, a homenagem aos muitos autarcas torrienses, através da inscrição do seu nome no livro. A exposição complementa-o, assentando sobretudo na imagem, na imagem que não cabe no livro… Data de edição: 2007 Mais Info Comprar
Cabeceiras de Sepultura
Cabeceiras de Sepultura C. M. Torres Vedras Titulo:- Cabeceiras de Sepultura Autor: José Beleza Moreira Ano de Edição : 1982 Editora:CMTV/ADPDPTC Mais Info Comprar
H8 - Os Guardadores do Tempo
H8 - Os Guardadores do Tempo C. M. Torres Vedras Este livro reflecte um comportamento colectivo que ao longo dos séculos, das mais diversas maneiras e segundo os mais diferenciados protagonistas, desenhou o corpo e modelou a alma da Cidade de Torres Vedras. Esta obra regista e recria factos e personalidades que, até ao último ano do século XX, "pintaram o freco da vida" de Torres Vedras. Autor: António Augusto Sales Data de Edição: 2007 Mais Info Comprar
Um país silencioso; uma história das Linhas de T.
Um país silencioso; uma história das Linhas de T. C. M. Torres Vedras Título: Um país silencioso uma história das Linhas de Torres. Autor: Carlos Guardado da Silva & Daniel Silvestre Silva CMTV 2010 Mais Info Comprar

Serviços Adicionais