Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
PORTO/POST/DOC 2019 - CARTE BLANCHE VALÉRIE MASSADIAN

PORTO/POST/DOC 2019 - CARTE BLANCHE VALÉRIE MASSADIAN

Teatro & Arte | Cinema

Teatro Municipal Rivoli

Pequeno Auditório
Classificação Etária
Maiores de 16 anos
Bilhete Pago
A partir dos 3 anos
2019
nov
29
Realizado

Duração

71 minutos

Produtor

Port Post Doc Festival Cinema - associação cultural

Breve Introdução

PORTO/POST/DOC 2019 - CARTE BLANCHE VALÉRIE MASSADIAN
TEATRO MUNICIPAL RIVOLI PEQUENO AUDITÓRIO
2019.11.29 - 14:30

Le F. H. A. R. + S.C.U.M. Manifesto 1967 + Y'a qu'à pas baiser
Carole Rossopoulos, 71
Identidades

Le F. H. A. R.
Carole Rossopoulos, 1971, França, 26
Manifestação da FHAR (Front homosexuel d'action révolutionnaire) a 1 de maio de 1971. As pessoas discutem na Universidade de Vincennes e partilham uma determinação comum para eliminar preconceitos e abrir mentalidades. Os membros da frente recusam esconder-se e explanam esta revolução de desejo.
+
S.C.U.M. Manifesto 1967
Carole Rossopoulos, Delphine Seyrig, 1976, França, 28
Uma leitura encenada do livro de Valerie Solanas, S.C.U.M. Manifesto (1967), contra um fundo de destaques noticiosos da televisão; uma acusação a uma sociedade dominada por imagens "masculinas" de acção "viril", que substituem a verdadeira impotência dos homens. S.C.U.M. (Escumalha) = Society for Cutting Up Men (Sociedade para Cortar Homens).
+
Y'a qu'à pas baiser
Carole Rossopoulos, 1971, França, 17
Realizado antes da legalização em França, o documentário explora a questão do aborto, retratando, por um lado, mulheres que decidem não manter os seus potenciais filhos, e por outro, o modo como o aborto é realizado de acordo com o método Kaman. O filme mostra também a primeira manifestação de mulheres a favor do aborto, que aconteceu a 20 de Novembro de 1971.

Pontos de Referência

Praça D. João I

-
Partilhar

Serviços Adicionais

Veja ainda: