Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
O QUE O MUNDO PRECISA É DE UMA DEUSA OU A ILHA DOS AMORES

O QUE O MUNDO PRECISA É DE UMA DEUSA OU A ILHA DOS AMORES

Teatro & Arte | Teatro

Cineteatro Curvo Semedo

Lotação
Classificação Etária
Maiores de 18 anos
Bilhete Pago
Todas as Idades
2020
out
02
a
2020
out
03
Realizado

Duração

60 minutos

Abertura Portas

21:00

Intervalo

Sem Intervalo.

Promotor

Câmara Municipal de Montemor-o-Novo

Sinopse

O paraíso e o sexo como metáforas serão sempre um bom ponto de partida para qualquer criação artística.

Será o sexo uma arma?

Amor e guerra, duas batalhas infinitas sem vencedores à vista. Esta é uma velha questão que assola a mente humana há séculos e sem fim à vista, que continuará a perturbar-nos por muito tempo sem respostas e certezas.

Continuando a procura de novos significados e novas linguagens, utilizando uma poética da alucinação entre o sonho e a realidade na busca de uma nova consciência quotidiana, apresentamos a nova criação da Alma d´Arame O que o Mundo precisa é de uma Deusa ou a Ilha dos Amores.

Ao trabalhar o objeto obsoleto, dando-lhe nova vida e significado, construímos um espectáculo-performance onde a imaginação está presente para ajudar a construir e a destruir certezas quotidianas.

Sugerimos o suspenso e o perdido como forma de encontrar novas perspetivas de vida e de morte, para que a vida não se torne monótona e desinteressada. Num mundo cada vez mais a precisar de novos caminhos e sonhos, cabe-nos fazer um esforço maior para encontrar a ressonância do que realmente interessa na nossa condição humana.

O que o Mundo precisa é de uma Deusa ou a Ilha dos Amores foi inspirado na obra do autor clássico grego Aristófanes, Lisístrata, de 411 a.C..

Convidámos João Garcia Miguel para que, com base nesta obra clássica, escrevesse um texto completamente novo, adaptado aos dias de hoje e que abordasse as mesmas questões que a Lisístrata trata: AMOR E GUERRA. Com 2500 anos de diferença, permanecem dois temas muito atuais.

Apresentamos um espectáculo em forma de comédia que recorre ao humor negro. Por vezes apetecerá chorar, pois tudo é uma incerteza e tudo se pode transformar de um momento para o outro.

-
Partilhar

Serviços Adicionais

Veja ainda:

ENSEMBLES DE METAIS E MADEIRAS DA CASA DO POVO DE LAVRE

Música & Festivais | Clássica

Montemor-o-Novo Ar Livre

Ar livre