Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
Norberto Lobo - Ciclo de Concertos de Cordas

Norberto Lobo - Ciclo de Concertos de Cordas

Música & Festivais | Música

Lab. Artes Vista Alegre

Teatro
Classificação Etária
Maiores de 3 anos
Bilhete Pago
Todas as Idades
2016
nov
27
Realizado

Promotor

Câmara Municipal de Ílhavo

Breve Introdução

Norberto Lobo é uma das figuras principais da música portuguesa contemporânea, um artista independente e empírico, que não ironiza sobre o futuro ou o destino, antes age, opera e materializa, e, assim, no curso da sua carreira vai transformando o seu mundo e o de quem o ouve e acompanha. Estreou-se com "Mudar de Bina" (2007) e conta já com cinco discos, várias tournées internacionais e colaborações com João Lobo, Naná Vasconcelos, Devendra Banhart ou Rhys Chatham. Norberto Lobo apresenta agora “Fornalha”, novo álbum lançado pela suíça three:four records.


Estreando-se com ‘Mudar de Bina’ na portuense Bor Land em 2007, conta já 5 álbuns na sua discografia a título individual, tendo o anterior ‘Mel Azul’ conquistado o prémio de disco do ano da revista Time Out Lisboa e sido nomeado para melhor álbum europeu independente, depois da revista BLITZ ter atribuído a ‘Fala Mansa’ a distinção de disco nacional em 2011. Norberto tem viajado por Portugal e o mundo durante a última década, de múltiplas digressões pela Europa a uma jornada no Canadá, de uma residência artística em Cabo Verde às visitas em duas ocasiões ao Japão. Encontros luminosos com outros pares também se vão sucedendo, desde a consolidada parceria com o baterista João Lobo, até a colaborações ao vivo com músicos como Naná Vasconcelos, Devendra Banhart ou Rhys Chatham.
No seu novo disco, ‘Fornalha’, lançado na suíça three:four records voltamos a realizar que a probabilidade de não existir mais território para as suas composições à guitarra é justamente desarmada pelo espaço prodigioso que a sua música continua a abrir e a oferecer-nos. Da ficção violoncelista do tema de abertura homónimo à poesia do deserto magrebe em voga sideral de ‘Maryam’, da precisão delicodoce de ‘Fran’ ao chorinho folk recitado de ‘Pen Ward’, Norberto continua a impulsionar a inovação no seu trabalho com uma subtileza tal que o parece revestir de uma espécie de liberdade fantástica.

-
Partilhar

Serviços Adicionais