Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
GUSTAVO COSTA, JULIUS GABRIEL, GONÇALO ALMEIDA

GUSTAVO COSTA, JULIUS GABRIEL, GONÇALO ALMEIDA

Música & Festivais | Jazz

C. Cultural Vila Flor

Pequeno Auditório
Classificação Etária
Maiores de 6 anos
Bilhete Pago
Todas as Idades
2019
nov
12
Realizado

Promotor

Oficina CIPRL

Breve Introdução

Ao longo da sua existência, o Guimarães Jazz provou ter estado atento às transformações ocorridas na música durante as últimas três décadas, tendo apresentado múltiplos projetos musicais sustentados numa ideia de interseção da linguagem própria, e já canónica, do jazz, com outras músicas e outras latitudes geográficas. Em 2019, o festival dá mais um sinal da sua postura inclusiva, abrindo-se a expressões musicais que vão ainda mais longe na exploração dessa matriz e que, adotando a conceção musical de Miles Davis, encaram o jazz não como um vocabulário mas sobretudo como uma atitude artística. É esse o caso da Sonoscopia, um coletivo de músicos e construtores musicais sedeado no Porto e com uma atividade diversificada na criação e divulgação da música experimental.
Ikizukuri, a proposta da Sonoscopia para esta edição do Guimarães Jazz, é um trio de saxofone, contrabaixo e bateria, com uma sonoridade elétrica e pulsante, formado por três músicos com abordagens muito distintas à música mas que encontram neste projeto um ponto simultaneamente de equilíbrio e rutura estilística, e uma via de exploração de uma expressão livre e orgânica.
Nascido em 1988, Julius Gabriel é um compositor e um improvisador alemão sedeado no Porto. Explorando o som do saxofone em diversos registos (tenor, barítono ou elétrico) e frequentemente com recurso a efeitos eletrónicos, Gabriel desenvolve atualmente um trabalho persistente de composição a solo, ao mesmo tempo que colabora com projetos de rock e música eletrónica na cena musical alternativa do Porto. Na área do jazz, integra a big band alemã The Dorf e a Blue Shroud Band do notável contrabaixista britânico Barry Guy, tendo também colaborado no passado com a London Jazz Composers.
Gonçalo Almeida (n. 1978, Lisboa) é um contrabaixista atualmente sedeado em Roterdão. Com uma atividade dividida entre a Holanda e Portugal, Almeida é hoje uma das figuras de relevo de um novo movimento de renovação do jazz português, ao lado de outros músicos como Rodrigo Amado e Susana Santos Silva, sendo ao mesmo tempo um participante ativo da dinâmica cena jazzística holandesa. Músico eclético e aberto às expressões musicais contemporâneas, Gonçalo Almeida integra diversas formações, entre os quais a banda jazz/noise Albatre e o projeto de improvisação livre The Selva.
Com um percurso diversificado de mais de vinte anos na música, Gustavo Costa (n. 1976, Porto) é hoje reconhecido como um dos mais importantes músicos portugueses da sua geração. Baterista e compositor com uma formação académica que inclui estudos de composição, percussão e música eletroacústica, participou em inúmeros projetos nas áreas do rock marginal, da música experimental que marcaram a primeira década dos anos 2000 no Porto, tendo ao longo desse período colaborado com figuras importantes da música contemporânea, como John Zorn, Carlos Zíngaro, Jamie Saft e Massimo Pupilo, entre muitos outros. Atualmente, Gustavo Costa desenvolve um trabalho focado sobretudo na composição e na criação artística ligada ao som no âmbito da Sonoscopia, associação da qual é membro fundador.

Ficha Artística

Gustavo Costa bateria e percussão
Julius Gabriel saxofone
Gonçalo Almeida baixo elétrico

Informações Adicionais

https://www.ccvf.pt/

-
Partilhar
Quadrilátero