Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
The Catenary Wires + Spicy Noodles

The Catenary Wires + Spicy Noodles

Música & Festivais | Concerto

Salão Brazil JACC

Sala Principal
Classificação Etária
Maiores de 6 anos
Bilhete Pago
A partir dos 12 anos
2019
set
13
Realizado

Duração

60 minutos

Intervalo

Com Intervalo.

Promotor

Jazz ao Centro Clube

Breve Introdução

The Catenary Wires + Spicy Noodles

THE CATENARY WIRES
apresentam 'Til the Morning
Os Catenary Wires são Rob Pursey e Amelia Fletcher. São especialistas em duetos indie emotivos, capturando os espíritos de Nancy Sinatra e Lee Hazelwood, Serge Gainsbourg e
Brigitte Bardot, e lançando-os para a Grã-Bretanha moderna. As canções que daqui resultam atrairão os fãs de Courtney Barnett e Kurt Vile ou Isobel Campbell e Mark Lanegan. Neste
álbum, juntam-se-lhes Andy Lewis (Paul Weller Group, Spearmint) no violoncelo, mellotron e percussão, e Fay Hallam (Makin’ Time, Prime Movers) no órgão Hammond e coros. Matthew
King (um compositor clássico) toca piano. Nick e Claire Sermon tocam baixo. A zona rural de Kent providencia a música ambiente.

Sobre o álbum
O álbum foi gravado durante 2018 na Sunday School, no meio de nenhures, em Kent. É um grande passo em relação ao primeiro álbum (“Red Red Skies” on Elefant Records/Matinee
Recordings): mais complexo e sedutor, com um som cheio de camadas que reflecte a variedade de instrumentos adicionais como o harmónio ou os sinos. Foi produzido por Andy Lewis, que produziu recentemente os álbuns de Judy Dyble e French Boutik. A primeira faixa, “Dream Town”, é o primeiro single do álbum. A apresentação do álbum será no dia 14 de Junho na St Pancras Old Church, em Londres. A banda vai tocar no Reino Unido em Julho, nos E.U.A. em Agosto, e em Portugal nos dia 13 e 14 de Setembro.

+++

Spicy Noodles foi o nome escolhido para este projecto que nasceu no solarengo verão alentejano de 2016, durante uma residência artística.
Nas suas palavras "eu, Érika Machado, brasileira, e eu, Filipa Bastos, portuguesa, buscámos sons e imagens para escrever um diário a quatro mãos. Somos responsáveis por toda a parte criativa, das composições e produção das músicas, vídeos, ilustrações,
fotografias, e o que mais for preciso. Sabemos quase nada de tudo e é com isso que construímos todo o nosso universo.".
As Spicy Noodles já circularam de norte a sul em Portugal, passando pela Casa da Música, Maus Hábitos, Festival Fnac Live, Teatro Académico Gil Vicente, entre outros.
O primeiro tema foi editado no CD Novos Talentos Fnac 2017 e "Leve Leve" figurou, durante vários meses, entre as mais pedidas no top da Antena 3.
A sua sonoridade é regada por samplers, guitarras, teclados, baixo e bits eletrónicos, que são misturados como pacotes de temperos instantâneos para uma explosão de barulhinhos em cada uma das canções. Os temas abordados são variados e falam sobre o quotidiano, do que sobra da “Converseta” de esquina, das experiências “Por aí” e do que está “Para Chegar”.
A edição do álbum de estreia, pela conimbricense Lux Records, sai um pouco mais tarde do que o planeado. O inesperado roubo do disco quase pronto, é já uma história passada e este "Amarelo" vem materializar o trabalho de uma dupla que canta o que
quer e não ouve o que não quer.

-
Partilhar

Serviços Adicionais

Veja ainda: