Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
Tânia Carvalho - Onironauta

Tânia Carvalho - Onironauta

Teatro & Arte | Teatro

TMP-Campo Alegre

Auditório
Classificação Etária
Maiores de 6 anos
Bilhete Pago
A partir dos 3 anos
2020
mar
06
a
2020
mar
07
Realizado

Duração

60 minutos

Promotor

Ágora - Cultura e Desporto do Porto, E.M., S.A.

Breve Introdução

MARÇO MARCH
6 21.00h Sex Fri
7 19.00h Sáb Sat

Onironauta
TÂNIA CARVALHO

Dança Dance
CAMPO ALEGRE Auditório



SINOPSE
Ils sont sept, comme les jours de la création. Sept danseurs ou incarnations physiques dun onirisme sous contrôle. Sept corps sortis des limbes amères dun sommeil éveillé, dirigé et conditionné. Celui de leur démiurge, sur scène également, Tania Carvalho, au piano.
La lumière est appelée jour et les ténèbres nuit.
Oneironaut est le nom de cette pièce. Un nom emprunté à ces voyageurs capables de contrôler leurs rêves, de façonner, pour eux seuls, un monde dimages et de sens.
Tania Carvalho est une des leurs. Créatrice qui nous invite, spectateurs de son voyage lucide. Clairvoyant. Spectateurs de ces fractions de rêve parfois sombres comme le sont ceux dune chorégraphe qui a longtemps cherché à forcer l'issue de ses cauchemars. Pour tordre le cou aux ténèbres. Pour achever le réel et les tours que lui joue son esprit.
Tânia Carvalho crée des peintures mouvantes, glaçantes qui frappent comme certains rêves troublants dont on ressort groggy et tremblant. Toujours inspiré. Éveillé.
Quentin Dusser

Eles são sete, como os dias da criação. Sete bailarinos ou encarnações físicas de um onirismo sob controlo. Sete corpos saídos dos limbos amargos de um sono desperto, dirigido e condicionado. O de seu demiurgo, igualmente em cena, Tânia Carvalho, ao piano.
A luz é chamada "dia" e as trevas "noite".
Onironauta é o nome desta peça. Um nome emprestado a esses viajantes capazes de controlar os seus sonhos, de moldar, para eles sozinhos, um mundo de imagens e de sentidos.
Tânia Carvalho é uma de entre eles. Criadora que nos convida, espectadores da sua viagem lúcida. Clarividente. Espectadores desses pedaços de sonho por vezes sombrios como o são os de uma coreógrafa que procura há muito forçar a saída dos seus pesadelos. Para torcer o pescoço às trevas. Para estrangular o real e as partidas que o seu espírito lhe prega.
Tânia Carvalho cria pinturas comoventes, arrepiantes, que batem como alguns sonhos perturbadores dos quais se sai confuso e a tremer. Sempre inspirada. Acordada.
(tradução de Maria de Lurdes Guerra)

Ficha Artística

FICHA TÉCNICA
Coreografia e direção Tânia Carvalho
Assistente de ensaios Luís Guerra
Músicos André Santos, Tânia Carvalho
Bailarinos Bruno Senune, Catarina Carvalho, Cláudio Vieira, Filipe Baracho, Luís Guerra, Marta Cerqueira, Vânia Doutel Vaz
Desenho de luz Anatol Waschke
Figurino Cláudia Vieira, Tânia Carvalho (maioritariamente artigos Só Dança)
Sapatilhas Linha vegan Só Dança
Direção técnica Cláudia Valente
Produção Tânia Carvalho
Produção Executiva João Guimarães
Comunicação Sara Ramos
Residências artísticas Centro Criação de Candoso Centro Cultural Vila Flor, CSC Garage Nardini Bassano del Grappa, KLAP Maison Pour la Danse, O Espaço do Tempo
Coprodução Teatro Municipal do Porto, Centro Cultural Vila Flor, Culturgest, KLAP Maison Pour la Danse
Apoio financeiro Direção Geral das Artes Ministério da Cultura
Apoio Com Calma Espaço Cultural
Patrocínio Só Dança

-
Partilhar

Serviços Adicionais

Veja ainda:

DDD 2020 / Phia Ménard / Cie Non Nova - Saison sèche

Teatro & Arte | Dança

TMP-Rivoli

Grande Auditório

FITEI 2020 / Manuela Infante - Estado vegetal

Teatro & Arte | Teatro

TMP-Rivoli

Grande Auditório