Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
ÇA VA EXPLOSER Carolina Campos e João Fiadeiro

ÇA VA EXPLOSER Carolina Campos e João Fiadeiro

Teatro & Arte | Dança Contemporânea

TBA - Teatro Bairro Alto

Palco Sala Principal
Classificação Etária
Maiores de 6 anos
Bilhete Pago
Todas as Idades
2020
fev
27
a
2020
fev
29
Realizado

Duração

60 minutos

Intervalo

Sem Intervalo.

Promotor

EGEAC, Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural

Sinopse

Carolina Campos e João Fiadeiro
Ça va exploser

Ça va exploser [Isto vai explodir] é a história de uma crise. A crise de um encontro. Com o outro, com nós mesmos, com o mundo. Na superfície tudo aparenta estar calmo... As palavras e os gestos acomodam-se no protocolo ficcional de uma relação e ocupam um espaço de intimidade construído. Os acontecimentos dão-se nas brechas dessa ficção.
Que ideias utilizamos para pensar com outras ideias? Falamos a mesma língua? São tempos confusos. As coisas colidem, sobrepõem-se, atropelam-se. Aqui e ali sincronizam, partilham um plano comum. Mas parece que só o fazem para poderem confirmar a impossibilidade de continuidade. A eminência da explosão.
O título Ça va exploser remete para uma das imagens do livro Ma vie va changer [A minha vida vai mudar], de Patrícia Almeida e David-Alexandre Guéniot, que serve como território de referência afetiva e estrutural para a construção deste trabalho.
Carolina Campos e João Fiadeiro colaboram desde 2012 entre projetos de criação, formação e investigação. Carolina é brasileira e vive entre Lisboa e Barcelona. Foi bailarina da Lia Rodrigues Cia de Danças até 2011 e destaca no seu percurso colaborações com Márcia Lança, Adaline Anobile, Iván Haidar e Julián Pacomio.
João é português e vive em Lisboa. Foi diretor artístico do Atelier RE.AL (1990-2019). O seu trabalho enquanto coreógrafo, investigador e professor gravita em torno do sistema Composição em Tempo Real, uma ferramenta teórico-prática de apoio à composição, colaboração e decisão.

Ficha Artística

Criação e interpretação Carolina Campos e João Fiadeiro
Consultoria dramatúrgica Leonardo Mouramateus
Desenho de luz e direção técnica Leticia Skrycky
Composição sonora Arnold Haberl
Ensaiador Daniel Pizamiglio
Produção executiva Marta Moreira
Coprodução Teatro do Bairro Alto, Teatro Viriato e Teatro Municipal do Porto - Festival DDD
Apoio Fundação GDA

Transportes Públicos

Metro: Rato
Autocarros: 706, 720, 727, 738, 758, 773
Elétrico: 24

-
Partilhar
Salvação terrestre iminente total e coletiva
total immediate collective terrestrial salvation