Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
João Paulo Esteves da Silva e Pedro Melo Alves

João Paulo Esteves da Silva e Pedro Melo Alves

Música & Festivais | Concerto

GNRATION

BLACKBOX
Classificação Etária
Maiores de 6 anos
2020
jul
17
Realizado

Abertura Portas

21:00

Intervalo

Sem Intervalo.

Promotor

Fundação Bracara Augusta

Breve Introdução

Ciclo Julho é de Jazz 2020
João Paulo Esteves da Silva e Pedro Melo Alves

A convite do gnration, o pianista João Paulo Esteves da Silva e o baterista Pedro Melo Alves, dois músicos de diferentes gerações do jazz nacional, encontram-se em palco pela primeira vez.
Além de uma longa e muito respeitada carreira, João Paulo Esteves da Silva é ainda hoje um dos músicos jazz mais ativos no país. Filho de mãe pianista e pai filósofo, iniciou uma carreira no jazz ainda muito jovem. Com apenas 18 anos, em 1979, participa no Festival de Jazz de Cascais com o grupo Quinto Crescente, mas só em 1993 viria a gravar o seu primeiro disco em nome próprio, Serra Sem Fim (Farol). Três anos mais tarde conhece o produtor Todd Garfinkle, da editora M.A. Recordings, com quem inicia uma longa colaboração e da qual resultam seis discos. Em 2001, ano em que a colaboração com Todd chega ao fim, instigado por Carlos Bica, grava o seu primeiro solo de piano, Roda (LEmpreinte Digitale). Dois anos depois começa a gravar para editora Cleanfeed, onde tem já um legado de quatro discos, incluindo Scapegrace, em duo com Dennis González. Ao longo da carreira, entre concertos e discos, colaborou com inúmeros músicos nacionais e estrangeiros, onde se destacam os nomes de Ricardo Rocha, Carlos Bica e Peter Epstein, entre outros. Em paralelo, juntou-se a projetos de cantores e cantoras como Vitorino, Sérgio Godinho, Cristina Branco ou Ricardo Ribeiro.
Aos 29 anos, Pedro Melo Alves é já um dos mais promissores nomes do jazz nacional. Distinguido com o Prémio de Composição Musical Bernardo Sassetti em 2016, músico do ano de 2017 para a revista jazz.pt e galardoado com a quinta edição do italiano Premio Internazionale Giorgio Gaslini, o baterista e percussionista estabelece a sua atividade entre a música contemporânea e as correntes experimentais mais alternativas. Integra e lidera os projetos jazz Omniae Ensemble, The Rite of Trio e In Igma, e ainda projetos eletroacústicos como o seu solo O, o trio Symph e o duo CACO.MEAL, este último resultante do programa de apoio à criação artística do gnration, Laboratórios de Verão. Compõe ainda música erudita e banda sonoras para teatro e dança.

João Paulo Esteves da Silva - piano
Pedro Melo Alves - bateria

-
Partilhar

Serviços Adicionais

Veja ainda: