Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
IX CICLO DE REQUIEM COIMBRA 2021 - Concerto II

IX CICLO DE REQUIEM COIMBRA 2021 - Concerto II

Música & Festivais | Clássica

Sala Virtual EP

Online
Classificação Etária
Para todos os públicos
Bilhete Pago
Todas as Idades
2021
mai
01
a
2021
mai
03
Realizado

Intervalo

Sem Intervalo.

Promotor

Ecos do Passado - Associação

Breve Introdução

A sumptuosidade barroca da Biblioteca Joanina da Universidade de Coimbra é o cenário onde a voz belíssima de Cristiana Oliveira e as mãos vibrantes do pianista Jaime Mota se conjugam para nos proporcionar o deleite de um maravilhoso Recital de Canto e Piano, integrado no IX Ciclo de Requiem | Coimbra 2021 e II Ciclo de Requiem Online.

Serão interpretadas as "Quatro últimas canções" de Richard Strauss (Séc. XIX), as peças "Da triste e bela Inês" e "Era pedra e sobre essa pedra", da obra "Canções para Inês", do compositor português da atualidade, António Chagas Rosa (com textos de Bocage e Natália Correia) e as "Quattro Canzoni d’Amaranta" de Francesco Paolo Tosti (Séc. XX).

As "Quatro últimas canções" são a assinatura final do grande compositor Richard Strauss, compostas em 1948, um ano antes de sua morte, com textos de Hermann Hesse e Joseph von Eichendorff. Tiveram a sua estreia em 1950, no Royal Albert Hall de Londres e desde então são consideradas uma das suas sublimes obras primas. Todas as canções abordam metaforicamente o tema da morte mas a sua combinação de texto e música conferem-lhes um forte sentimento de calma, aceitação e plenitude. A última canção é uma obra muito esperançosa, pois apesar de a morte estar prestes a acontecer, o lugar é tão bonito e tão pacífico que a pergunta que se coloca é: Será isto a morte?

Neste recital, segue-se a interpretação das peças "Da triste e bela Inês" e "Era pedra e sobre essa pedra", da obra "Canções para Inês", do compositor português da atualidade, António Chagas Rosa, a partir de poemas de Bocage e Natália Correia. A obra a que pertencem estas duas peças foi encomendada pelo Cistermúsica 2013 ao compositor e confiada aos dois intérpretes deste recital. Com ela Cristiana Oliveira venceu o Prémio de Interpretação do Estoril 2012.

O programa inclui, também, a apresentação de "Quattro Canzoni d’Amaranta" de Francesco Paolo Tosti (1846-1916), um dos mais originais e significativos protagonistas da vida musical italiana e europeia na viragem do século XIX para XX. Os textos das canções são de Gabriele d ' Annunzio e pertencem a um poema que canta o amor, as suas delongas e variações, exaltando o conforto, a esperança e a consciente melancolia da despedida.

Este recital, integrado no IX Ciclo de Requiem - Coimbra 2021 | II Ciclo de Requiem Online, é dedicado à virtude humana da Excelência, a aspiração humana que apela à coragem e à força de enfrentar todas as adversidades e tem como magnífico cenário umas das salas mais emblemáticas da cultura europeia: a imponente e bela Biblioteca Joanina da Universidade de Coimbra.

Partilhar

Serviços Adicionais