Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
Ensemble—Sociedade de Atores com with Né Barros- A História do Soldado

Ensemble—Sociedade de Atores com with Né Barros- A História do Soldado

Teatro & Arte | Dança

Sala Virtual TMP

Online
Classificação Etária
Maiores de 12 anos
Bilhete Pago
A partir dos 3 anos
2021
out
10
Realizado

Duração

25 horas

Promotor

Ágora - Cultura e Desporto do Porto, E.M., S.A.

Breve Introdução

A peça A História do Soldado resulta da colaboração do compositor Igor Stravinsky com o escritor suíço C. F. Ramuz durante o período da Primeira Grande Guerra, em 1918. A história é contada por três atores, um grupo de bailarinos e uma banda de sete músicos. Musicalmente,AHistória do Soldadoocupa um lugar importante na produção de Stravinsky, e na história da música do século XX em geral.
Um soldado de regresso à terra em licença de quinze dias, pára para descansar e toca o seu pequeno violino. É interrompido pelo Diabo, disfarçado de velho, que o convence a dar-lhe o violino em troca de um livro mágico que prevê o futuro. O Diabo convida o soldado a ir para casa com ele por três dias para o ensinar a tocar. Quando o soldado finalmente chega à sua aldeia, encontra a namorada casada com outro e toda a gente que o vê, até mesmo a sua mãe, pensa que ele é um fantasma. Percebe que tinha sido enganado não foram três dias, foram três anos e fica desesperado. Nem mesmo a vasta fortuna que acumulara o consegue animar. Quando o Diabo, desta vez disfarçado de velha, lhe oferece o violino de volta, ele não consegue extrair qualquer som do instrumento. Desgostoso, deita-o fora, rasga o livro e resolve partir. Até que chega a outro país, onde vive um Rei, que tem uma filha presa numa estranha melancolia.

Ficha Artística

Direção artística Né Barros
Tradução Leena Marques
Ator Jorge Pinto
Bailarinos Beatriz Valentim, João Oliveira, Afonso Cunha, Guilherme Vieira
Maestro Ian Wierzba
Músicos André Gaio Pereira (violino violin), Rui Pedro Rodrigues (contrabaixo contrabass), Frederic Cardoso (clarinete clarinet), Virgilio Oliveira (fagote bassoon)
Telmo Barbosa (trompete trumpet), Ricardo Pereira (trombone), Pedro Góis (percussão percussion)
Desenho de luz José Álvaro Correia
Figurinos Flávio Rodrigues
Coprodução Teatro Municipal do Porto

Partilhar

Serviços Adicionais

Veja ainda:

Fernando Mota - Concerto para uma árvore

Teatro & Arte | Teatro

TMP-Campo Alegre

Café Teatro

Quintas de Leitura - O público é quem mais orden(h)a

Teatro & Arte | Poesia

TMP-Campo Alegre

Auditório