Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala

Dia Mundial do Rock

11-07-2018

ROCK IN… BOL! No mês em que o mundo celebra um dos grandes géneros musicais - o rock comemora-se a 13 de julho - prestamos homenagem a este estilo de música recordando os maiores espetáculos de rock que ficaram para sempre na história dos bilhetes da BOL!

Dia Mundial do Rock

Dia Mundial do Rock

O conceito “BOL” nascia em 1991 sob o signo do rock n´ roll e, desde então, nunca mais parou. Ao longo da sua história tem oferecido ao público os maiores espetáculos do mundo, uma oferta que cresceu e se consolidou numa parceria com o Coliseu de Lisboa, lançada em 2011. Pela sala de espetáculos da capital passaram grandes nomes nacionais e internacionais do mundo do rock, mas foi nas Caldas da Rainha, em 2007, que a história do amor da BOL pelo rock teve o seu ponto de partida. A 29 de maio de 2010 a BOL categorizou, pela primeira vez, os seus concertos desta modalidade na plataforma de venda de bilhetes online: o primeiro “concerto rock” a ficar carimbado nos bilhetes BOL teve como protagonista a banda portuguesa UHF, que deu um concerto inesquecível no Centro de Artes de Ovar.

Mas muitos outros momentos altos compõem a história dos bilhetes BOL no percurso do rock pelos vários palcos portugueses. Começando pelas diferentes edições do NOS Primavera Sound, na cidade do Porto - que trouxeram à Invicta nomes grandes como Interpol ou PJ Harvey, e prosseguindo com os festivais SonicBlast Moledo e Milhões de Festa.

Pelos palcos BOL passaram ainda os alternativos (e imperdíveis) dEUS, banda belga que em dezembro de 2015 visitou o Theatro Circo, em Braga, e a Aula Magna de Lisboa.

No mesmo ano, os portugueses GNR apresentaram a sua “Caixa Negra” ao Coliseu de Lisboa e levaram convidados para celebrarem consigo 35 anos de carreira, no Multiusos de Guimarães, um ano depois. Com “Afectivamente” espalharam sons e afetos no CAE da Figueira da Foz em março de 2016 e no Teatro Virgínia, em Torres Vedras, em outubro do mesmo ano. “Do Lado B” foi apresentado pela banda com pronúncia do norte no Quartel das Artes Dr. Alípio, em Oliveira do Bairro e no Fórum Luísa Todi de Setúbal, em outubro de 2017.

Outra artista portuguesa, Rita Redshoes, esteve em várias salas BOL de norte a sul (e ilhas) do país, entre 2016 e 2018, onde deu a conhecer o seu quarto álbum de estúdio “Her”. Recordem-se as passagens da cantora por Oliveira do Bairro, Ovar, Alcobaça, Santa Maria da Feira, Ponta Delgada, Braga ou Estarreja.

Peter Murphy fez soar o seu rock mais gótico na Aula Magna, em Lisboa e no Convento de São Francisco, em Coimbra, corria o ano de 2016. Meses antes foi a vez de Rui Veloso celebrar os seus 35 anos de carreira no Multiusos de Guimarães, deixando-se depois levar por “A Primavera da Vida” no Teatro das Figuras de Faro, em março de 2018.

Linda Martini, Dead Combo, PAUS, Simple Minds, The Legendary Tigerman, Bush, The Kills, Royal Blood, Miguel Araújo, Pixies e Deep Purple foram outros nomes de culto - para nomear apenas alguns - que marcaram presença na já longa discografia “rockeira” da BOL. Longa vida ao rock e que venham muitos outros (e bons) anos de grandes músicas!

Partilhar