Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
A Dama das Camélias

A Dama das Camélias

Teatro & Arte | Teatro

Teatro Nacional São João

Sala Principal TNSJ
Classificação Etária
Maiores de 12 anos
Bilhete Pago
Todas as Idades
2020
fev
06
a
2020
fev
09

Próxima Sessão

06 fev 2020 21:00
Dias
Hrs
Min
Seg

Duração

165 minutos

Promotor

Teatro Nacional São João E.P.E.

Breve Introdução

De origem humilde, ascendeu a cortesã refinada e disputada, uma demi-mondaine generosamente estouvada e amante das artes, minada por uma doença, a tuberculose, que a tradição novecentista reservava com um carinho mórbido às raparigas puras. Marguerite Gautier é o coração de A Dama das Camélias, que Alexandre Dumas, filho começou por escrever em forma de romance e que mais tarde, em 1852, haveria de desviar para o palco. A obra é um dos cumes da doentia imaginação tardo-romântica, matéria apetecível para Miguel Loureiro, criador cénico que gosta de dar novos palcos a fantasmas e assombrações do passado. No seu percurso recente, A Dama das Camélias avizinha-se de Paris Sarah Lisboa (2017), fabulosa rêverie sobre Sarah Bernhardt, atriz que foi enorme como Fedra, Hamlet e Marguerite Gautier. Em vez de correr atrás da sineta da atualidade, o ator e encenador interessa-se mais por sondar mistérios e enigmas. Diante de uma personagem tão esfíngica, Miguel Loureiro não resiste a lançar-lhe pontos e mais pontos de interrogação. O que há de excessivo em Marguerite Gautier que ainda nos serve também? Enunciação clara de um insondável estado de alma? Pequeno ensaio filosófico sobre a vertigem da beleza? Hino à decadência do amor? Teatro eroticizado pela polidez romântica?

Ficha Artística

de/by Alexandre Dumas, filho
tradução/translated by João Paulo Esteves da Silva

encenação/directed by Miguel Loureiro
cenografia/set design André Guedes
figurinos/costumes Catarina Graça
danças/dances Miguel Pereira
desenho de luz/lighting design Daniel Worm dAssumpção
assistência de encenação/direction assistance Leonor Buescu
produção/production Nuno Pratas/Culturproject com o apoio de/with the support of Manuel Poças e/and Vítor Alves Brotas/Agência 25

interpretação/cast Álvaro Correia, António Durães, Carla Bolito, Carla Maciel, Gonçalo Waddington, Leonor Buescu, Miguel Mateus, Miguel Sopas, Rita Rocha, Sonja Valentina

coprodução/co-produced by São Luiz Teatro Municipal, Gonçalo Waddington & Carla Maciel, Lda., TNSJ
apoios/support Museu dos Coches, Museu de Lisboa, Teatro Nacional de São Carlos

Preços

Plateia e Tribuna: 16,00€

1º Balcão e Frisas*: 12,00€

2º Balcão e Camarotes 1ª Ordem*: 10,00€

*Frisas e Camarotes só são vendidos a grupos de, no mínimo, duas pessoas.

Pontos de Referência

Estação de comboio de São Bento

Transportes Públicos

STCP Autocarros 207, 303, 400, 904, 905
Elétrico 22
Metro do Porto Estações Aliados, Bolhão, Trindade, São Bento

-
Partilhar

Serviços Adicionais

Veja ainda:

VÃO

Teatro & Arte | Novo Circo

Teatro Carlos Alberto

Sala Principal TeCA