Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Entidades Aderentes
Museu Municipal de Torres Vedras

Museu Municipal de Torres Vedras


Convento da Graça, Praça 25 de Abril  |  Torres Vedras

2560-286 Torres Vedras

Contactos

Entidade Responsável

Câmara Municipal de Torres Vedras
NIF: 502173653

-
Visita ao Património de Torres Vedras 1/2 dia (até 50 pax)
Visita ao Património de Torres Vedras 1/2 dia (até 25 pax)
H13 - Torres Vedras Antiga e Medieval
H13 - Torres Vedras Antiga e Medieval C. M. Torres Vedras Um trabalho de investigação, procurando (re)interpretar 40 temas sobre o território e a história torrienses, das origens ao século XV. Outra visão da história de Torres Vedras na procura das raízes da sua identidade, lembrando que a História não é definitiva, porque estando sujeita ao tempo, torna-se ela própria passado, objecto de compreensão. E também não é a realidade, mas o convite à sua descoberta, o meio, a ponte entre o sujeito e a realidade. Autor: Carlos Guardado da Silva Data de edição: Dezembro 2008 Mais Info Comprar
Turres Veteras X-História do Sagrado e Profano
Turres Veteras X-História do Sagrado e Profano C. M. Torres Vedras Titulo: Turres Veteras X- História do Sagrado e Profano Autor:Carlos Guardado da Silva Edição:CMTV/Universidade de Lisboa /Edições Colibri Data: 2008 Mais Info Comprar
H14 - Torres vedras no Reinado de Filipe II
H14 - Torres vedras no Reinado de Filipe II C. M. Torres Vedras O lançamento deste livro integrou-se no Programa das comemorações dos 30 anos de elevação de Torres Vedras a cidade. "Entre 1581 e 1598, 232 moradores de Torres Vedras foram perdoados por Filipe II, Rei de Portugal, da prática de diversos crimes (...). Estes documentos revelam-nos uma vila de Torres Vedras extremamente violenta, o que é normal face aos padrões da época. Um outro aspecto é o da ruralidade, visível, por exemplo, quando se caçava e se pescava em meses proibidos, quando gados provocavam danos em terrenos alheios, ou ainda quando acontecia a maior parte dos casos de roubo, furto e fogo posto. Autor: Paulo Drumond Braga Data de edição: Fevereiro 2009 Mais Info Comprar